"Pesquisa mostra que o 'SUS é mais bem avaliado por quem o utiliza"

15/02/2011 - 19h26

Humberto Costa: pesquisa mostra que o 'SUS é mais bem avaliado por quem o utiliza'

[senador Humberto Costa ]

O senador Humberto Costa (PT-PE), ex-ministro da Saúde, informou ao Plenário que uma pesquisa divulgada nesta semana mostra que 30% dos entrevistados que "tiveram alguma experiência" o Sistema Único de Saúde (SUS) nos últimos 12 meses consideram "bons ou muito bons" os serviços do sistema público de saúde. O trabalho foi feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), do governo federal.

Para ele, "não é novidade" afirmar que "a saúde pública vem sendo alvo predileto de críticos do sistema público e defensores da privatização da saúde".

- A novidade é sabermos que os usuários do SUS não pensam da mesma maneira que esses críticos. Estes têm uma percepção do sistema público positiva semelhante aos obtidos nos estudos sobre serviços bancários e de telecomunicações - afirmou.

Humberto Costa registrou que a pesquisa mostrou elevada aprovação do Programa Saúde da Família e da distribuição gratuidade de medicamentos.

- Nada menos que 80,7 por cento dos entrevistados que utilizaram ou acompanharam algum familiar beneficiado pelo Programa Saúde da Família avaliaram o serviço como bom ou muito bom. A distribuição gratuita de medicamentos é percebida como um serviço bom ou muito bom por 69,6 por cento dos usuários - informou.

O petista de Pernambuco acrescentou que o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva quase dobrou o número de equipes do Saúde da Família, que passou de 16 mil em 2003 para 31 mil recentemente. Fora isso, disse, no governo Lula as equipes passaram a contar também com um dentista e um auxiliar de consultório dentário.

Ele foi cumprimentado, em aparte, pelo senador Jorge Viana (PT-AC), o qual sustentou que o Congresso precisa criar condições "mais adequadas" para o financiamento da saúde pública. Humberto Costa concordou e lamentou que o SUS "ainda padece de problemas graves" de pessoal e na qualidade do atendimento especializado e de urgência. Acrescentou que a origem destes problemas é a falta de dinheiro.

Agência Senado
 

Notícias

Execução de alimentos antiga não deixa de ser urgente, decide STJ

PENSÃO ALIMENTÍCIA Execução de alimentos antiga não deixa de ser urgente, decide STJ 13 de novembro de 2018, 16h56 Por Gabriela Coelho “A dispensa inicial de alimentos pela convivente não invalida o acordo que fora entabulado entre as partes posteriormente". Leia em Consultor Jurídico
Leia mais

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO Publicado em: 12/11/2018 Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com dados colhidos entre 1984 e 2016 indica que, no Brasil, um em cada três casamentos resulta em divórcio. E na maioria das...
Leia mais

Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável

Postado em 08 de Novembro de 2018 - 15:31 Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável Por conta do entendimento de que o núcleo de afeto permite o reconhecimento de uma união familiar, pessoas tem, de modo cada vez mais frequente entabulado contratos de namoro, de namoro...
Leia mais

Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão

DECISÃO 09/03/2017 08:42 Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão Em decisão unânime, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou que a ameaça de emprego de forças espirituais para constranger alguém a entregar dinheiro é apta a caracterizar o...
Leia mais

O sobrenome do enteado

O sobrenome do enteado          Regina Beatriz Tavares da Silva* 08 Novembro 2018 | 05h00 Em 2009, a Lei 11.924/09, também conhecida com Lei Clodovil por ser de autoria de famoso costureiro, que também foi deputado, alterou a Lei dos Registros Públicos, dando a...
Leia mais

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo Publicado em: 07/11/2018 Pela primeira vez na Argentina uma pessoa obteve sua certidão de nascimento, da qual deriva toda a documentação restante, sem qualquer menção de sexo, conforme a Lei de Identidade de Gênero aprovada em 2012 no...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados