Execução penal eletrônica predomina em Tribunal mineiro

Mais de 84,7 mil pessoas são monitoradas por sistema eletrônico em Minas. FOTO TJMG

Execução penal eletrônica predomina em Tribunal mineiro

09/03/2018 - 16h48

A questão penitenciária, no Brasil, não é simples nem desimportante na vida coletiva. O  tema influencia decisivamente cada cidadão, visto que pode tornar nossas cidades violentas e perigosas. Por essa razão, a proximidade da implantação extensiva do Sistema Eletrônico de Execução Unificada (SEEU) está sendo celebrada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) como um divisor de águas para o sistema de justiça e de segurança pública.

A ferramenta, por integrar vários órgãos e ser acessível de forma simultânea por diversos agentes, vai permitir um diagnóstico acurado e diminuir a perda de tempo na transmissão dos atos e comunicações. A metodologia adotada foram treinamentos presenciais, manuais e tutoriais em vídeo, com perfis específicos.

Acesse aqui o material e os atos normativos referentes ao sistema. Para o público em geral, também é possível fazer a consulta pelo nome da pessoa e pelo número do processo de execução. Panorama Em 5 de março, 84.716 pessoas eram acompanhadas pelo SEEU. Dessas, 34.256 estão presas (regimes fechado e semiaberto).

Isso representa 94% das pessoas que cumprem pena no sistema penitenciário mineiro. As demais estão nos regimes aberto, cumprindo penas restritivas de direito (em torno de 30 mil) ou medidas de segurança (634) impostas pelo fato de serem portadoras de sofrimento mental (pacientes judiciários).

O juiz auxiliar da Presidência Thiago Colnago Cabral frisa que agora, graças ao sistema, o Judiciário estadual mineiro começa a identificar as reais condições do Estado de Minas Gerais no âmbito prisional, e a constatação é que havia um inflacionamento quantitativo do universo carcerário: “As comarcas implantadas e o total de processos cadastrados cresce vertiginosamente, dia a dia, mas o número de pessoas presas está bem mais estabilizado, evoluindo lentamente”.

O juiz Thiago Colnago Cabral enfatiza que pela primeira vez o TJMG detém um conhecimento detalhado da população em cumprimento de penaSegundo o magistrado, esse cenário já permite verificar que o trabalho de entes públicos, por muito tempo, contou com dados falsos. Ele estima que a população de presos definitivos não ultrapasse a casa dos 40 mil.

“É a primeira vez que podemos afirmar isso com segurança”, comemora. Cronograma Em Minas, o sistema já funciona em 26 comarcas: Alfenas, Araguari, Belo Horizonte, Betim, Capelinha, Caratinga, Carmo do Paranaíba, Contagem, Divinópolis, Governador Valadares, Igarapé, Ipatinga, Itabira, Itajubá, Juiz de Fora, Montes Claros, Muriaé, Pará de Minas, Patrocínio, Ponte Nova, Ribeirão das Neves, Teófilo Otoni, Três Corações, Uberaba, Uberlândia e Unaí. Nos próximos meses a ferramenta será implantada nas Comarcas de São João del-Rei (09/03), Curvelo (12/03), Sete Lagoas (27/03), Manga (22/03), Coronel Fabriciano (26/03), Francisco Sá (03/04), Nanuque (13/04), Pouso Alegre (27/04), Formiga (07/05) e Vespasiano (11/05).

A previsão é integrar todo o estado por meio do sistema até o fim do primeiro semestre. Acompanhe as implantações. Saiba mais sobre a execução penal. SEEU O início do SEEU no TJMG foi um projeto-piloto na Comarca de Governador Valadares, em agosto de 2016. A ferramenta foi instituída como padrão de sistema de processamento das informações e prática de atos processuais relativos à execução penal pela Resolução 223, de 27 de maio de 2016, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Com o SEEU, as pessoas que forem condenadas – mesmo que não estejam acauteladas – poderão ter seus processos acompanhados eletronicamente. Com a plataforma, os prazos para a concessão de benefícios são monitorados de forma inteligente. Além disso, advogados que representam os sentenciados e o poder público – Justiça, promotoria, defensores públicos, integrantes do sistema prisional e polícias – recebem informações atualizadas em tempo real. Assim, todos os atores envolvidos têm mais controle da situação carcerária, e os presos se tornam menos propensos a motins e rebeliões.

Fonte: CNJ

Notícias

Conheça as diferenças entre Protesto e Notificação Extrajudicial

Conheça as diferenças entre Protesto e Notificação Extrajudicial 18 set 2018, 20:14 Ambos podem ser utilizado na cobrança de dívidas, mas possuem características diferentes. Saiba como realizar e onde registrar cada um A Notificação Extrajudicial e o serviço de Protesto causam muitas dúvidas nos...
Leia mais

Mas o que vem a ser a usucapião extrajudicial?

Usucapião Extrajudicial (*) Jonas Machado Por Redação - 14 de setembro de 2018 A Lei 13.015, de 16 de março de 2015, implementou várias mudanças no Código de Processo Civil (NCPC), assim como a publicação da Lei 13.465/17, que alterou vários artigos do Código Civil no rol dos Direitos de...
Leia mais

Reconhecimento da paternidade vai além de um nome nos documentos

Reconhecimento da paternidade vai além de um nome nos documentos Published 1 dia atrás em 16/09/2018 Por Susana Küster Documentos sem o nome do pai representam mais do que a falta legal de reconhecimento paterno. Entre outros fatores, o nome traz cidadania e pode, em alguns casos, criar um vínculo...
Leia mais

Senado vai votar projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos

Senado vai votar projeto que proíbe casamento de menores de 16 anos    12/09/2018, 14h29 Atualmente, jovens entre 16 e 18 anos podem se casar, desde que haja o consentimento dos pais ou responsáveis. No entanto, o Código Civil admite, excepcionalmente, a união de quem ainda não...
Leia mais

Não há ganho de capital tributável em operações de permuta de imóveis

JUSTIÇA TRIBUTÁRIA Não há ganho de capital tributável em operações de permuta de imóveis 10 de setembro de 2018, 8h00 Por Raul Haidar “Na permuta, com recebimento de torna em dinheiro, será considerado o valor de alienação somente o da torna recebida ou a receber.” Quando ambos os imóveis tiverem...
Leia mais

TRF1 - Bens Públicos não podem ser adquiridos por meio de usucapião

TRF1 - Bens Públicos não podem ser adquiridos por meio de usucapião A 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, por unanimidade, negou  provimento ao recurso dos autores que objetivava a declaração da prescrição aquisitiva do imóvel em que residem, alegando que preenchem os...
Leia mais

Estado deve cumprir sua função antes de punir infratores no trânsito

MP NO DEBATE Estado deve cumprir sua função antes de punir infratores no trânsito 3 de setembro de 2018, 11h47 Por Airton Florentino de Barros Assim, antes de punir infratores no trânsito, é dever do Estado — até para cumprir sua função educativa (artigos 5º, 6º, I e 74) ­— promover a necessária...
Leia mais

Casais homoafetivos e a reprodução assistida

Quinta-feira, 30 de agosto de 2018 Casais homoafetivos e a reprodução assistida “Qualquer maneira de amor vale a pena e ninguém, nessa vida, deve ser diminuído em razão dos seus afetos. A vida boa é feita dos nossos afetos, dos prazeres e da busca pela felicidade”. Luiz Roberto Barroso “Os meus, os...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados