Royalties poderão ser integralmente dedicados à educação

 

05/04/2011 - 13h33

União poderá ter que usar recursos do pré-sal só para a educação 

Os royalties que couberem à União a partir da exploração do petróleo na camada pré-sal  poderão ser integralmente dedicados à educação. A possibilidade está prevista no Projeto de Lei do Senado 2/10, de autoria do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que recebeu, nesta terça-feira (5), parecer favorável da Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). O projeto será ainda analisado, em decisão terminativa, pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Segundo redação adotada pelo relator da proposta, senador Pedro Simon (PMDB-RS), o Poder Executivo fica autorizado a instituir o Royalty Criança, que corresponderia aos recursos que couberem à União como resultado da exploração de petróleo do pré-sal. O projeto autoriza ainda a criação do Fundo Nacional da Educação Básica, vinculado ao Ministério da Educação. Os recursos do fundo seriam distribuídos aos estados, aos municípios e ao Distrito Federal de forma proporcional ao número de alunos matriculados na educação básica.

- Vamos transformar um recurso que vai se esgotar em um recurso inesgotável. Vamos transformar petróleo em inteligência - disse Cristovam após a reunião da CE.

Segundo o senador, o fato de o projeto apenas autorizar a criação do Royalty Criança - não a tornando obrigatória - não retira o valor da iniciativa. Isto porque, na sua opinião, "basta o governo ter sensibilidade" para aprovar a destinação dos recursos do pré-sal à educação.

Caso o governo decida seguir o que determina o projeto, terá de alterar Lei 12.351, sancionada em dezembro do ano passado, que institui o regime de partilha para a produção de petróleo do pré-sal e o Fundo Social, para onde serão destinados os recursos a serem arrecadados a partir da exploração desse petróleo. Segundo a lei, o fundo poderá direcionar recursos para programas e projetos nas áreas de educação, cultura, esporte, saúde, ciência e tecnologia, meio ambiente e ações de mitigação adaptação às mudanças climáticas.

Na opinião de Cristovam, a atual legislação levará a uma "pulverização" dos recursos provenientes da exploração do petróleo do pré-sal.

Carybé

A CE aprovou também requerimento da senadora Lídice da Mata (PSB-BA) para a realização de audiência pública destinada a celebrar o centenário de nascimento do artista plástico Carybé, nascido na Argentina, mas baiano por opção. Segundo a senadora, Carybé foi, juntamente com o músico Dorival Caymmi e o escritor Jorge Amado, um dos "criadores da identidade baiana".

Foi ainda aprovado requerimento do senador Wellington Dias (PT-PI) para a realização de audiência pública sobre o "uso democrático da ciência para a transformação social e econômica do Brasil", com a presença do pesquisador brasileiro Miguel Nicolelis, da Universidade de Duke, nos Estados Unidos. Como ressaltou Dias, Nicolelis vem realizando um "excelente trabalho" de inclusão social por meio da ciência em escolas do Rio Grande do Norte.A audiência será realizada em conjunto com a Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT).

TVs por assinatura

O presidente da CE, senador Roberto Requião (PMDB-PR), anunciou ainda a realização de audiência pública, igualmente em conjunto com a CCT e a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), a respeito do Projeto de Lei 182/09, que regulamenta os serviços de televisão por assinatura e determina a presença de conteúdo nacional na programação dessas emissoras. Requião alertou, porém, que a CE "não abre mão da análise singular da matéria", apesar do debate em conjunto com outras comissões.

Marcos Magalhães / Agência Senado
 

Notícias

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO

JURISTAS: GUARDA COMPARTILHADA - COMO TORNAR O PROCESSO MENOS DOLOROSO Publicado em: 12/11/2018 Um levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) com dados colhidos entre 1984 e 2016 indica que, no Brasil, um em cada três casamentos resulta em divórcio. E na maioria das...
Leia mais

Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável

Postado em 08 de Novembro de 2018 - 15:31 Contratos de namoro qualificado, namoro qualificado e união estável Por conta do entendimento de que o núcleo de afeto permite o reconhecimento de uma união familiar, pessoas tem, de modo cada vez mais frequente entabulado contratos de namoro, de namoro...
Leia mais

Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão

DECISÃO 09/03/2017 08:42 Ameaça espiritual serve para configurar crime de extorsão Em decisão unânime, a Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) considerou que a ameaça de emprego de forças espirituais para constranger alguém a entregar dinheiro é apta a caracterizar o...
Leia mais

O sobrenome do enteado

O sobrenome do enteado          Regina Beatriz Tavares da Silva* 08 Novembro 2018 | 05h00 Em 2009, a Lei 11.924/09, também conhecida com Lei Clodovil por ser de autoria de famoso costureiro, que também foi deputado, alterou a Lei dos Registros Públicos, dando a...
Leia mais

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo

Argentina concede certidão de nascimento sem menção de sexo Publicado em: 07/11/2018 Pela primeira vez na Argentina uma pessoa obteve sua certidão de nascimento, da qual deriva toda a documentação restante, sem qualquer menção de sexo, conforme a Lei de Identidade de Gênero aprovada em 2012 no...
Leia mais

Inventário. Participação acionária. Sociedade anônima. Alteração do poder de controle. Acervo patrimonial. Alienação. Impossibilidade. Atuação.

Inventário. Participação acionária. Sociedade anônima. Alteração do poder de controle. Acervo patrimonial. Alienação. Impossibilidade. Atuação. DESTAQUE: O inventariante, representando o espólio, não tem poder de voto em assembleia de sociedade anônima da qual o falecido era sócio, com a pretensão...
Leia mais
Dúvidas, consulte as fontes indicadas. Todos os direitos reservados